Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Inscrições para workshop sobre software público terminam hoje

Notícias

Inscrições para workshop sobre software público terminam hoje

Evento será realizado pela Univasf em Petrolina (PE)

Os interessados em participar do 3º Workshop do Software Público Brasileiro têm até o final do dia para se inscrever no evento. O seminário, que será realizado em Petrolina (PE), tem o objetivo de marcar o encerramento das atividades do programa de extensão para Formação de Agentes para Sustentabilidade do Software Público Brasileiro (PRO-SPB), da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). O programa é baseado num acordo de cooperação da universidade com o Ministério do Planejamento (MP), que gerou o Academia SPB.

“Nossa parceria com a Univasf fez com que estudantes dos cursos de engenharia criassem três empresas voltadas ao desenvolvimento de softwares livres”, afirma Luis Felipe Coimbra Costa, diretor do Departamento de Governança e Sistemas de Informação do MP. De acordo com Costa, os alunos participantes e os dois coordenadores do programa irão apresentar no workshop as soluções desenvolvidas. “O conhecimento disponibilizado a partir do Portal do Software Público Brasileiro (SPB) está gerando desenvolvimento e renda local”, complementa o diretor.

Além de apresentar o balanço das atividades desenvolvidas dentro do programa de extensão, o evento contará com a participação dos seguintes desenvolvedores de software livre do Uruguai: Alvaro Miguel Martinez e Carlos Sebastian Silveira. Eles vão palestrar sobre a iniciativa uruguaia de software público para agendamento de atendimentos a partir de diversas plataformas.

Para se inscrever no evento é preciso preencher o formulário disponibilizado pela Univasf. O Workshop será realizado no auditório da Biblioteca do Campus Sede, em Petrolina, das 14h às 17h30.

Novo portal

O novo SPB foi lançado esta semana pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI). A versão beta do sítio foi desenvolvida com a participação da sociedade, pesquisadores de instituições públicas e privadas e do governo federal. A SLTI recebeu mais de duzentas contribuições para realizar a evolução do sítio.

Cinco comunidades já estão disponíveis nessa primeira versão. São elas: São elas: Cacic, e-Cidade, Gsan, e-SIC Livre e Urbem. As demais serão migradas gradativamente ao longo do próximo ano. Enquanto isso não acontece, os dois portais permanecerão disponíveis para a sociedade.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.