Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento busca colaborações sobre o uso de nuvem no Governo Federal

Geral

Planejamento busca colaborações sobre o uso de nuvem no Governo Federal

Modelo de contratação do serviço está em consulta pública até 7 de maio

publicado: 25/04/2018 09h19 última modificação: 25/04/2018 11h16

A contratação e o uso do serviço de computação em nuvem pelos órgãos da administração pública federal entra na fase de consulta pública. Aberta a qualquer cidadão interessado no assunto, a consulta fica aberta até 7 de maio, no endereço participa.br/contratacao-de-servicos-de-computacao-em-nuvem/computacao-em-nuvem.

O modelo de contração do serviço faz parte da Plataforma de Cidadania Digital e é uma iniciativa prevista na Estratégia de Governança Digital e na E-Digital . Por meio da contratação de computação em nuvem, o Governo Federal pretende acelerar a transformação digital dos serviços públicos oferecidos ao cidadão brasileiro. Entre as vantagens da contratação de um serviço de computação em nuvem está a redução de gastos com infraestrutura de tecnologia.

O modelo de contratação foi debatido com o Tribunal de Contas da União e está desenhado de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Gabinete de Segurança da Informação da Presidência da República, que definiu o tratamento da informação em nuvem nos órgãos da administração pública federal. A empresa contratada deve prover o serviço de nuvem e o desenvolvimento e manutenção das aplicações para a plataforma. Também deve garantir que a infraestrutura esteja sempre disponível para uso.

Computação em nuvem é um modelo que permite acesso sob demanda, através da internet, a um conjunto compartilhado de recursos computacionais configuráveis (redes, servidores, armazenamento, aplicações e serviços). Esses recursos podem rapidamente ser rapidamente provisionados e disponibilizados com o mínimo de esforço de gerenciamento ou de interação com o provedor de serviços.

Veja mais sobre uso de nuvem no Guia de Boas práticas, orientações e vedações para contratação de Serviços de Computação em Nuvem.