Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Servidores participam de workshop sobre desenvolvimento de softwares

Notícias

Servidores participam de workshop sobre desenvolvimento de softwares

Capacitação foi feita com servidores de 11 órgãos

Servidores de 11 órgãos participaram, nesta quarta-feira (30), do Workshop sobre Práticas Ágeis, na Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília. Voltada para servidores da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) dos 217 órgãos que compõe o Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (Sisp), a oficina tem como objetivo apresentar e disseminar práticas ágeis para o desenvolvimento de softwares na administração pública.

João Paulo Novais, servidor do Serpro e instrutor do workshop, afirmou que essa é uma oportunidade para os servidores repensarem seus processos de trabalho. Segundo Novais, o desenvolvimento de softwares não pode ser tratado como algo industrial. “Desenvolver um software demanda um forte envolvimento de pessoas e precisamos nos adaptar a essa realidade. Assim, estaremos aptos a entregar mais valores a nossos clientes e a entendê-los melhor”, afirmou.

Já para Alexandre Pinheiro, servidor do Comando do Exército, esse ciclo de capacitação trará mais praticidade e ganho de performance na construção de softwares. “O trabalho desenvolvido aqui nos ajudará a entender a teoria e aplicá-la na prática. Vai facilitar nosso trabalho no dia a dia e simplificará as atividades da máquina pública”, declarou.

Os cursos, que têm carga horaria de 12h, seguem até 2 de outubro com duas turmas, uma pela manhã e outra à tarde.

Sisp

Tendo a Secretária de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) como órgão central, o SISP é a estrutura usada pelo governo federal para a organização do trabalho, controle, supervisão e coordenação da área de TI na administração direta, autárquica e fundacional. A atuação do SISP acontece em vários eixos temáticos, com destaque para governança, padronização tecnológica, software público, contratações, serviços de rede, segurança da informação, Padrões de Interoperabilidade do Governo Eletrônico (e-Ping) e governo eletrônico.

Fonte: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.