Você está aqui: Página Inicial > Transformação Digital > Orientações > Fábrica de Software

Fábrica de Software

Recomendações específicas para as contratações de serviços de desenvolvimento e manutenção de sistemas, Big data e Analytics, serviços de apoio à contagem de pontos de função e serviços de desenvolvimento e sustentação de portais web

Serviços de suporte e atendimento

Boas práticas:

  • A contratação de serviço de desenvolvimento de software ou abertura de projetos de desenvolvimento de software deve ser precedida de:
      1. Análise da existência e a viabilidade de adoção de software que atenda às necessidades da área requisitante no Portal do Software Público Brasileiro;
      2. Análise da existência e a viabilidade de adoção de software livre que atenda às necessidades da área requisitante;
      3. Análise de projetos similares realizados por outros órgãos ou entidades da Administração Pública;
      4. Consulta à Secretaria de Tecnologia da Informação sobre contratações conjuntas ou planejamento conjunto para desenvolvimento de solução que possa atender a necessidade; e
      5. Análise da viabilidade de contratação de software proprietário.
  • Recomenda-se que as contratações de serviço de desenvolvimento de software sejam realizadas por produto, por linguagem ou por área de negócio.
  • Nas contratações de serviços de desenvolvimento de software por produto, o escopo de cada produto a ser desenvolvido deve estar bem definido;
  • Obrigatoriedade da participação de todos os órgãos no Planejamento da Contratação quando da realização de contratações interessadas a mais de um órgão;
  • A customização e especialização de um Processo de Software adequado à maturidade e cultura do órgão, com iterações curtas e entregas frequentes;
  • Observância dos modelos propostos pelo órgão central do SISP para o Processo de Desenvolvimento de Software e metodologias de desenvolvimento;
  • Capacitação de servidores para a fiscalização e gestão dos contratos e para as atividades do seu processo de desenvolvimento de software;
  • A adoção de critérios de teste e qualidade para soluções desenvolvidas, inclusive testes voltados ao atendimento das recomendações constantes no Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico;

 

Vedam-se:

  • A contratação de soluções de armazenamento massivo de dados, tipo Big Data, e de análise de dados, estruturados ou não, tipo Analytics;
    • Casos excepcionais devem ser enviados para análise pela Setic.
  • A utilização dos serviços contratados para o desenvolvimento de softwares de atividades-meio;
    • Casos excepcionais devem ser, obrigatoriamente, encaminhados para deliberação pelo Comitê de Governança Digital ou Comitê de TIC do órgão ou, na ausência desses, pela autoridade máxima.
  • A contratação de serviços de desenvolvimento e manutenção de software por meio de adesão a ata de registro de preços (órgão não participante);
    • A exceção é a possibilidade de adesão às atas publicadas e gerenciadas pelo órgão central do Sisp – a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP).